sexta-feira, dezembro 31, 2010


Meio Ambiente

7 gestos para ajudar o Planeta em 2011
Na hora de fazer bons propósitos para 2011, dedique um momento para pensar como suas atitudes podem ajudar à saúde do Planeta
Pequenos gestos que se incorporam na sua rotina podem ter um impacto positivo na saúde do Planeta e, ao mesmo tempo, servir para educar as pessoas do seu entorno. Não que isso sozinho possa acabar com os problemas nem virar uma situação que exige mudanças drásticas de comportamento, mas o valor de um pequeno gesto se faz grande quando se multiplica.
Não esqueça que fazer o bem pode ser contagioso, e na hora de se fazer propósitos para 2011, pense no meio ambiente e o que você pode fazer por ele.
Confira a lista de sete atitudes propostas pelo Terra e faca a sua própria.

1-   Consuma menos. Pense duas vezes se você realmente precisa trocar aquele aparelho eletrônico,  se a roupa realmente está para ser jogada fora... O consumo excessivo gera lixo, consome energia e recursos naturais, produz carbono, por isso cada vez que você posterga uma compra está ajudando o planeta.
2- Recicle. Separe o lixo e faça sua família, suas amizades e seus colegas de trabalho adotarem esta saudável atitude. Mas reciclar é também reaproveitar roupas velhas, dar um novo uso àquilo que normalmente acabaria no lixo.
3- Evite sacolas plásticas. Comprando remédio na drogaria, levando uma peça de roupa, carregando as compras do supermercado: quantas vezes não utilizamos sacolas que poderiam ser poupadas, e assim evitar que acabem poluindo o meio ambiente? Ainda, se você não aceitar aquele saquinho que realmente não precisa e explicar por que o faz, o vendedor e as pessoas em volta podem parar para pensar, e imitar sua ação.
4- Reduza o desperdiço. Imprimindo nas duas faces do papel, ou simplesmente evitando uma impressão desnecessária, você reduz o consumo de papel, de tinta e de energia. Pequenos gestos como esse devem ser incorporados na rotina.
5- Utilize transportes públicos e use carona. Cada carro na rua gera um impacto que pode ser reduzido se a pessoa pegar o ônibus ou o metrô. Observe quantos carros com apenas uma pessoa você vê nas ruas: levar um colega, ou pedir carona, pode ser uma maneira de fazer a sua parte.
6- Prefira produtos locais. Quanto mais próximo de você for produzido, menor o impacto que o produto gera no ambiente: menos combustível foi necessário para seu transporte. De quebra, você colabora com a sua cidade ou região.
7- Atente aos descartáveis. Canudos por milhões são jogados diariamente no lixo. E com eles copos de plástico, colheres, bandejinhas de comida... Veja se não dá para beber direto do copo, se o copo não pode ser guardado para usar mais tarde, ou diretamente substituído por um de vidro.  Pense e outros exemplos semelhantes.

Fonte: http://meioambiente.terra.com.br/interna.php?id=311&canal=2
0

quinta-feira, dezembro 30, 2010


Ergonomia

Dicas de Ergonomia.

Ter móveis muito grandes, desproporcionais, em um espaço pequeno, pode acentuar a ideia de aperto. Pode tornar a sensação de que o lugar é ainda menor. Móveis proporcionais dão ideia de ambientes, organização.
Seguem algumas diretrizes que podem ajudar na decisão sobre como organizar seus ambientes e que dimensões os móveis devem ter:
- Para corredores compridos, não deixar passagem menor do que 80cm.
- Quando o espaço é pequeno, tente colocar peças baixas porque, assim, elas não ocupam muito volume no ambiente e não carregam muito;
- Para as cadeiras de trabalho, deixar no mínimo 75cm (para permitir que você afaste a cadeira para se sentar ou se levantar). Quando houver circulação eventual de uma pessoa atrás da sua cadeira, deixar pelo menos 90cm.
- Preste atenção na hora de escolher as cadeiras com braço: elas precisam ser mais afastadas do tampo da mesa para permitirem que você sente e levante; Ainda sobre os braços… Não deixe de conferir se a altura é menor do que o vão abaixo do tampo.
- Na mesa de jantar, o tampo deve dividir espaços de pelo menos 62cm de largura para cada um. As regras do espaço atrás do tampo, para levantar e sentar confortavelmente, são as mesmas das mesas de trabalho;
- Assentos confortáveis para sala de TV precisam ter profundidade livre de pelo menos 60cm. Cuidado com os encostos ou almofadas que te levam muito pra frente. Você corre o risco de ter que assistir TV sentado retinho.
- Luminárias pendentes nunca devem atrapalhar a linha de visão de quem está à mesa. Precisam ficar acima da altura dos olhos;
- Numa estante, as prateleiras mais altas devem ter no máximo 1.80m. Se forem mais altas que isso, há necessidade de utilizar escada.
- Espaço de circulação em volta da mesa de centro numa sala de estar deve ter no mínimo 55cm. Quanto mais baixa a mesa, maior o espaço vai parecer.
Fonte: http://www.casosdecasa.com.br/index.php/2009/06/ergonomia-medidas-minimas-e-maximas/
0

Quatro versões de salas de estar e TV

Visitando o site da Casa Claudia, vi esta matéria e adorei.
Portanto deixo aqui e tenho certeza que vcs também vão gostar.


Conjunto PP - 7,50 m² - R$ 1 345
Dupla função - O compacto Karina II (1,53 x 0,95 x 0,81 m*) pode ser usado como sofá ou cama. É revestido de gobelim e tem estrutura de pínus. Casas Bahia, R$ 499.
Cores poderosas - com listras em tons terrosos, o tapete Kappucino (2 x 2,50 m), de fio de algodão tingido, dá aconchego a qualquer ambiente. Tok & Stok, R$ 299.
Mesinha assimétrica - a graça da mesa de centro Astúria (75 x 50,2 x 30 cm) está nos pés irregulares. O acabamento é escovado e a peça é vendida no padrão caramelo ou tabaco. Meu Móvel de Madeira , R$ 197,10 (ou 10 x R$ 21,90).
Estrutura funcional - de madeira maciça, o rack Cru (1,20 x 0,45 x 0,60 m) oferece uma porta e quatro prateleiras que favorecem a organização. Beity Design, R$ 350 (ou 10 x R$ 39,90).


Conjunto P (com duas mesinhas) - 9 m² - R$ 3 950
Além de tudo, é lindo - o sofá Sumiê Mei (1,90 x 0,70 x 0,84 m) pode ter almofadas fixas ou removíveis – neste caso, é só retirá-las para ganhar uma cama de solteiro. Combina camurça de microfibra e estrutura de madeira maciça de reflorestamento. Fernando Jaeger, R$ 1905.
Toque transparente - feita de vidro temperado, a mesa Clearly (80 x 50 x 26,5 cm) tem a base protegida por sapatas de alumínio fundido. Duas peças, dispostas uma ao lado da outra, ocupam o centro da sala. Tok & Stok, R$ 338.
Roxo em alta - dotado de rodízios, o estiloso rack Colors (2 x 0,36 x 0,36 m), produzido com MDF, tem acabamento laqueado. Também disponível em preto. Meu Móvel de Madeira , 10 x R$ 56,90.
Rosas no chão - o tapete estampado Cyprus (2 x 2,50 m) é de algodão, acrílico e poliéster. Carneiro Home, 3 x R$ 266,67.



Conjunto M - 10m² - R$ 4 356
Desenho moderninho - a TV fica ótima sobre a estante Brick (1,80 x 0,38 x 0,77 m). De madeira maciça de reflorestamento, vem com prateleiras pretas ou brancas. Fernando Jaeger, R$ 1279.
Móvel curinga - de couro sintético branco ou preto, a banqueta alongada Living Recamier (1,43 x 0,62 x 0,41 m) vai bem como mesa de centro. Os pés são de aço cromado. Tok & Stok, R$ 685.
Desenho geométrico - Viscose e algodão compõem o tapete belga Tiffany, que mede 2,30 x 1,60 m. Doural, R$ 593.
Básico e confortável - revestido de chenile de algodão, o sofá Fênix (2 x 0,80 x 0,88 m) acomoda até três pessoas. Beity Design, R$ 1799 (ou 10 x R$ 199).



Sala G (com duas mesas Brut formando um rack) - 18 m² - R$ 3 388 
Visual alongado - alinhe duas mesas brut (1,20 x 0,60 x 0,45 m) de comprido e ganhe um rack de medidas generosas. a peça é de madeira maciça. Beity design, R$ 250 (ou 10 x r$ 29,99).
Modelo ripado - a mesa wright (98 x 56 x 38,5 cm) é de pínus de reflorestamento. Tok & Stok, R$ 427.
Superversátil - o sofá bolton (2,60 x 0,86 x 0,88 m), da spazzio nobre, é revestido de fibra siliconizada e conta com três lugares. Também disponível com encosto reclinável e em outros tecidos. Lojas KD, 12 x R$ 128,83.
Tapete felpudo - de polipropileno, o Alaska mede 2 x 3 m. Etna, 12 x R$ 76,26.


Por Carine Savietto e Cecilia Arbolave
Reportagem visual Mario Mantovanni
Ilustrações Alice Campoy
Fonte:http://casa.abril.com.br//materias/moveis/quatro-versoes-salas-estar-tv-611663.shtml

0

Racks

Depois do sofá, o rack é a peça mais importante em uma sala com TV. Mas isso não quer dizer que o móvel deva chamar muita atenção. É aí que está o grande risco na decoração de um ambiente para televisão. Rack é um acessório na decoração e não deve jamais ser o protagonista. Veja abaixo como escolher o móvel certo para sua casa e não errar nas medidas, cores e revestimentos.
• Eu prefiro móveis sob medida. Um rack feito por um marceneiro de confiança, com um desenho discreto e bem acabado, é o ideal. Mas maioria das pessoas erra na altura da peça. Nos meus projetos, o rack nunca passa de 50 cm de altura. Se ele for alto demais, a sala acaba ficando visualmente menor e mais poluída. Peças baixinhas ficam mais elegantes.
• Se você mandar fazer uma peça sob medida, ela não precisa ficar encaixada entre duas paredes. Dê preferência a uma peça solta, com respiro nas laterais. Dessa forma, é possível aproveitá-la em outro ambiente se for preciso mudar de endereço. Tome o mesmo cuidado ao comprar uma peça pronta.
• Antes de encomendar ou comprar o móvel, analise os aparelhos de som e TV que ele irá acomodar. A caixa de subwoofer, por exemplo, precisa ficar no chão, ao lado da peça. Além disso, os nichos devem comportar o receiver, normalmente mais alto que os demais aparelhos. Nada pior que comprar ou mandar fazer um móvel sob medida e um aparelho não caber.
• No que diz respeito a cores, o ideal são as discretas. Eu gosto de preto, branco ou madeira clarinha. Peças em laca brilhante também são ótimas opções, desde que a qualidade da pintura automotiva seja boa. Cores fores como vermelho e amarelo estão na moda, mas cuidado! A probabilidade de você enjoar é alta depois de alguns meses. Fuja de estampas e móveis com adesivos. Lembre-se de que você vai ficar olhando para o rack enquanto estiver assistindo TV!
• O desenho mais simples e mais eficiente de um rack de TV é aquele com um grande nicho em cima e gavetões embaixo, onde podem ficar guardados DVDs, cabos (todo mundo tem vários hoje em dia e não sabe onde guardar) e mantinhas para os dias frios. Os espaço que sobrarem no nicho podem ser preenchidos com livros de arte e outro objetos decorativos.
• Se você mora em apartamento, fique atento às dimensões de elevadores, escadas e portas do prédio. Isso porque se o rack for muito grande, ele terá que ser içado pela janela ou varanda e a dor de cabeça é grande. Além de gastar mais dinheiro no transporte, existe o risco de danos à peça. Nesse caso, a dica é dividir o móvel em duas ou três partes. Não, não fica feio!
• Se o dinheiro estiver escasso na sua conta bancária, use a criatividade e improvise. Algumas peças podem servir muito bem como rack e suporte para aparelhos e TV. Na minha casa, por exemplo, uso um antigo baú para apoiar os aparelho de DVD e o da TV a cabo. A televisão fica fixa na parede.
• Gosto de TVs na parede. Além de liberar espaço sobre o rack, a sala fica mais organizada e limpa, sem fios aparentes. Mas lembre-se que para deixar o espaço clean, os fios devem ficar embutidos em conduítes (de uma polegada) dentro da parede. É preciso fazer uma pequena obra em casa. Se você não quiser sujeira, a opção é encomendar um painel de madeira que vai esconder todos os fios.
• Um dos grandes segredos para montar um espaço de TV, além da altura certa do rack, é a altura da televisão. O ideal é que o meio do aparelho fique na altura dos olhos de quem está sentado no sofá. Um dos truques é colocar a base da TV a um ou dois palmos do rack. Televisão no meio da parede ou muita alta fica cafona. Sua casa não é motel!
• Cuidado com os enfeites sobre o rack. As pessoas exageram nas toalhinhas de crochê, nos porta-retratos e bibelôs. Se você não tem peças interessantes, melhor não colocar nada. Livros, pequenas esculturas e uma bandeja com copos e bebidas são mais que suficientes.
Origem texto: http://casaeimoveis.uol.com.br/tire-suas-duvidas/decoracao/como-escolher-o-rack-certo-para-nao-estragar-a-decoracao-da-sala-de-estar.jhtm

























As imagens das Racks, foram retiradas das lojas: Tok Stok, Etna, Saccaro, Artefacto, Dpot e google imagens.
1

Azul

Olá,

Enquanto eu não volto com um post...

Deixo fotos de ambientes em tons de azul... em homenagem a cumadê.




















0

quarta-feira, dezembro 29, 2010


Mesas decoradas Ano Novo,

Você será a anfitria, neste ano novo?
Então esta é uma oportunidade para ousar e usar a criatividade na hora de decorar a mesa.

Não precisa ser nada muito requintado, na verdade apenas um toque...

Pesquisando... eu gostei muito de duas propostas:

Velas:
As velas não precisam ter nada de especial, ela pode ser colocado em uma porcelana, um copo, taças, flutuantes ou até mesmo uma garrafa, pode ser de tamanhos diferentes, alias recomendo que sejam de tamanhos diferentes...

Ela trará um toque acolhedor.

Só evite as que tem aromas... mas se você gosta muito, use uma em que o aroma seja suave.

Algumas imagens:















Folhas e flores:








E este é o mais simples, mas o meu preferido...

0
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Blogger templates