Cozinhas Pequenas





Ao mesmo tempo clássica e contemporânea, esta cozinha cumpre os desejos da moradora por um local limpo, aconchegante e fácil de organizar. Todos os principais eletrodomésticos foram embutidos e as gavetas guardam apenas o necessário. Para completar, o cooktop dá o ar charmoso de cozinha-gourmet e permite ganhar espaço para circular e curtir o local. Na parede oposta, foram aplicadas finíssimas folhas de prata sobre uma textura pelas artistas plásticas Adriana e Carlota, do Atelier de Pinturas. Sobre a bancada, a arquiteta indicou uma coifa de alta potência, que evita problemas com os vapores gerados no preparo dos alimentos - grande incômodo em pequenas cozinhas.

Se o espaço é restrito, luz é fundamental. Esta cozinha aproveita as janelas com persianas rolô translúcidas e utiliza somente materiais claros no piso, nos móveis e nas paredes. A luminosidade encontra passagem também por meio da lavanderia através de uma placa de vidro serigrafado branco. Para completar, os armários não preenchem a parede por completo – sobra um pequeno espaço entre o chão e o teto –, o que aumenta ainda mais a sensação de leveza. Foram aplicadas pastilhas hexagonais no piso e nas paredes, uma inspiração retrô. O canto que não tinha utilidade – e não podia ser modificado – ganhou uma mesa para o café, feita em marmoglass, acompanhada por duas cadeiras e um aramado para potes e temperos; logo atrás, o recuo do corredor foi aproveitado para instalar a geladeira e o freezer.



Esta cozinha concilia o amor pela culinária do morador com a correria do cotidiano. Nos momentos calmos, a mesa em madeira teca serve de apoio à bancada no preparo dos alimentos. No dia a dia, integra-se a uma prateleira e permite as refeições diárias com tranquilidade. Embaixo, os armários guardam produtos de menor uso e têm portas especiais com abertura de 180 graus. Três tipos diferentes de iluminação se adequam a cada uso do espaço: fluorescentes, com luz ampla e difusa; spots no teto, clareando a bancada e a mesa de apoio; e lâmpadas bipino, embutidas no armário e que auxiliam nas refeições rápidas da cozinha. O uso da madeira teca maciça na mesa, na prateleira e no painel atrás do fogão serve para trazer mais cor, além do material ser muito resistente e  permitir limpezas mais pesadas.






Armários são uma das principais ferramentas para driblar a falta de espaço. Na parede oposta à bancada, a pequena profundidade de 22 cm do móvel não é um problema, pois impede que as peças se sobreponham, facilitando o uso. O balcão recoberto com pastilhas tem múltiplas funções, como integrar visualmente a sala, ampliar a luminosidade e ventilar o ambiente. Desde que haja boa luminosidade, o espaço reduzido não limita a escolha de materiais e texturas: a opção pelo granito preto na pia e no frontão exigiu iluminação complementar, embutida nos armários logo acima. Gavetas com tela – para receber legumes e frutas –, nichos para garrafas e gavetões para panelas são algumas das soluções desenhadas sob medida, que exploram o espaço que há entre o chão e o teto. Até mesmo o quadro de distribuição de energia foi parar dentro dos armários.


 
Com aproximadamente 15 m², esta cozinha foi repaginada e setorizada para aproveitar melhor a metragem. Os armários e eletrodomésticos foram mantidos do projeto original. As modificações abrangeram a área da copa, que ficou mais ampla, e os acessos à área social e de serviço. As portas receberam acabamento em laca branca – o mesmo utilizado na área social –, integrando a cozinha aos demais ambientes do apartamento. 

A idealização do projeto é da Ravic Arquitetura e Urbanismo
Erica Kawakami. As peças simulando os utensílios domésticos foram desenvolvidas por Erica Erica Kawakami.



Casa nova, cozinha impecável. Com 10 m², este espaço foi projetado para acolher uma pequena que, embora não seja numerosa, está habituada a receber bem. Graças ao planejamento moderno do ambiente, o cômodo conta com três acessos (lavanderia, sala de estar e varanda com churrasqueira), o que permite ser muito bem-iluminada pela luz do sol que atravessa portas e janelas.

Elaborada pelo próprio casal, a cozinha conta com armários funcionais e com a área de trabalho livre, o que possibilita o preparo de uma refeição sem esbarrões na geladeira ou no fogão. O tom amadeirado e suave dos móveis também ajuda a ampliar o local, que ganhou um cantinho especial para a mesa de almoço, composta por cadeiras de acrílico. Ao lado dos revestimentos brancos, elas ajudam ainda mais na leveza da decoração. 


Fonte: http://portaldecoracao.uol.com.br/decoracao/Portugues/detNoticia.php?codnoticia=269


Comentários

Postagens mais visitadas