Mais sobre papel de parede.

Esta semana eu ja falei sobre papel de parede e confesso que foi inspirado em uma amiga, que pretende usa-lo em sua casa...
Mas pesquisando mais encontrei ótimas dicas e óbvio quero dividir com vocês.



Para aproveitar ao maximo tudo o que o papel de parede pode oferecer avalie qual o efeito que você quer.

Assim como a pintura e outros revestimentos o papel de parede tem algumas regrinhas que podem te ajudar.


Ampliar:




Escolha um papel de parede em cores claras, e saiba que listras/riscas verticais. Se combinar cores pastéis com riscas verticais, conseguirá criar a ilusão de um ambiente mais amplo e com um pé direito mais alto! Se quiser trabalhar apenas com as riscas/listras mas com cores escuras, use na horizontal.


Criar um espaço intimo: 
  
Escolha um papel de parede quecombine cores quentes com motivos pequenos e mais concentrados.

Para esconder imperfeições: 

Para paredes irregulares, opte por papéis mais grossos e pesados, em vez de modelos com riscas ou padrões geométricos.

Grandes espaços: 

Espaços amplos suportam grandes padrões que, combinados com uma boa iluminação, vão criar um ambiente espetacular, além disso os padrões grandes são ideais para divisões com grande atividade
um hall de entrada, sala de jantar etc.

Riscas, listras e quadrados: 

Embora possam parecer, nem todas as divisões são completamente “quadradas”, o que quer dizer que papel de parede com riscas e quadrados pode não “alinhar” na perfeição, especialmente em torno de portas e janelas. Verifique o seu espaço, com recurso a um esquadro de carpinteiro.

Flores, figuras e outros objetos: 

A regra é a mesma se forem grandes, vão reduzir visualmente o espaço; se foram pequenas, vão expandi-lo.

Quantos metros vão ser?
Independentemente de ser vendido ao metro quadrado, ao painel ou ao rolo, o papel de parede pode tornar-se uma opção cara, dependendo da área que vai cobrir, dos padrões ou texturas escolhidas e de quem o assina.
Resumindo, os rolos de papel de parede podem custar algumas dezenas de reais cada um. Então antes de pesquisar tenha em mãos todas as medidas
Então antes de pesquisar tenha em mãos todas as medidas.

E como é que faz isso?
Meça a altura e a largura de cada parede, arredondando os valores para cima. Multiplique a altura e a largura de cada parede, somando o total de todas as paredes a cobrir, arredondando novamente para cima.

O ideal é sobrar do que faltar.

Uma vez tomada à decisão, compre os seus rolos, de preferência todos do mesmo lote, para garantir que não tenha falhas ou diferenças nas cores e padrões. E traga sempre um rolo a mais, pode ser necessário para fazer pequenos retoques no futuro ou no caso de algum dano acidental!

Quem vai aplicar?

Depois de escolher, pesquisar, olhar o ambiente É sempre divertido colocar as mãos e fazer você mesmo ...no entanto, nem todos temos jeito e aplicar papel de parede requer alguma destreza e paciência!

Se você acha que é uma tarefa para si, experimente, começando por uma área pequena, por exemplo.

Se tem sérias dúvidas sobre esta que é uma verdadeira arte decorativa, é preferível contratar um profissional para o fazer… vai ganhar tempo e evitar frustrações.

Apaixone-se… pelas paredes!


Se não se cansar de olhar para o resultado final, parabéns, fez uma excelente escolha! Mesmo que eventualmente se canse ou queira mudar.
Hoje em dia os materiais utilizadas no papel de parede permitem
uma remoção rápida e sem vestígios, podendo aplicar outro modelo ou voltar a
pintar as paredes. Até lá, deixe as paredes da sua casa falarem por si.


Fiquem com algumas imagens para inspiração:















Comentários

Postagens mais visitadas