Receber

Vai receber amigos em casa?
Quer fazer algo diferenciado?
Veja algumas dicas, tenho certeza que você vai gostar.

Criar um clima de festa na mesma
sala onde você assiste TV todos os dias não é uma missão impossível, é só uma
questão de investir em detalhes e critérios. Cada vez mais as pessoas oferecem
suas casas para recepções comemorativas. É uma maneira de aproximar os que já
são chegados e reunir a família. No geral, todos se sentem queridos quando são
convidados. A fim de tornar a tarefa de organizá-la em um passatempo prazeroso e
simples, as meninas do Portal Casamenteiras (www.casamenteiras.com.br), Karen
Melzer e Karla Keunecke, nos explicam, tintim por tintim, tudo aquilo que
devemos saber.

CONVIDADOS: números e perfil

Ao listar as pessoas que receberão o convite é importante lembrar que elas
estarão dentro da sua casa, lugar em que normalmente recebemos os mais íntimos.
Em grande parte das vezes, todos dividirão um espaço que estão acostumados a
frequentar. E caso haja um convidado não tão chegado, ele pode se sentir
deslocado. "A lista íntima inclui os familiares mais próximos e os amigos mais
estreitos", recomendam as blogueiras.

Quanto ao número de convidados, é importante acomodá-los bem, devendo haver
assentos para todos. "Vale cadeiras, poltronas, sofás, pufes e banquetas. Se for
preciso, restrinja o número para que todos possam ser bem servidos e bem
instalados. Mesmo que não permaneçam todos sentados ao mesmo tempo, é importante
que haja um assento para cada pessoa", reforçam Karen e Karla.

AGENDA: horários e dias da semana

Estipular o dia da semana não é só uma questão de gosto pessoal ou
disponibilidade de agenda, está muito ligado ao perfil dos seus convidados. Dias
úteis, ou 'da semana' como se costuma chamar, são ideais para encontro entre
amigos. Os finais de semana, começando na sexta-feira à noite, são apropriados
para festas entre casais. "Fazer um jantar na sexta-feira, por exemplo, e deixar
de fora o noivo da sua amiga é uma chance grande de desfalque de convidados.
Afinal de contas, que casal não gosta de ficar junto nesse dia, ou no sábado e
domingo?", lembram as especialistas. O horário fica a critério do anfitrião,
levando-se em consideração o tipo de evento preterido. Um brunch deve ter início
por volta das 11 horas da manhã. Se for um jantar, a partir das 20h30.

ESTRUTURA: ter ou não ter?

Escolher um menu que caiba na sua casa é mais fácil do que mandar instalar
uma cozinha industrial e temporária. Para as meninas do Portal, não há motivos
para se preocupar caso as suas instalações não sejam grandes o suficiente para
um serviço à francesa. "Não precisa se preocupar, basta que o cardápio seja
menos complexo. Para um evento à noite, e para quem mora em apartamento menor e
não tem uma mesa de jantar enorme, as miniporções são a melhor das escolhas".
Outra sugestão é um jantar à americana. As travessas e guarnições ficam
dispostas na mesa de jantar, ou em um bufê, e cada convidado se serve à vontade.
Esse tipo de serviço não requer que todos comam sentados à mesa.

Os banheiros também exigem a sua extrema atenção. "Deixe o lavabo, ou o
banheiro social, arrumadinho e caprichado. Coloque para uso um sabonete líquido
diferenciado e um creme para mãos disposto em uma pequena bandeja de prata ou de
cristal", indica Karen. E Karla lembra: "Uma velinha perfumada também fica uma
graça".

"Móveis, enfeites, quadros na parede, tapetes e
plantas ajudam muito na ornamentação e propiciam muito mais aconchego"

DECORAÇÃO: na medida e com harmonia

O cenário caseiro tem o seu toque próprio. E, de acordo com as
'casamenteiras', requer menos investimento em decoração do que uma festa em um
salão. "Móveis, enfeites, quadros na parede, tapetes e plantas ajudam muito na
ornamentação e propiciam aconchego", afirmam. Eis aí uma oportunidade de usar
aquela louça mais sofisticada, os copos de cristal e a prataria que não saem
quase nunca do armário, o seu acervo pessoal é um prato cheio. Usar jarrinhas de
leite, ou suco, para colocar flores é uma opção charmosa. Não se trata de
misturar aleatoriamente, a melhor forma é escolher peças com cores que combinem,
não precisa ser do mesmo estilo, nem da mesma estampa, o mais importante é a
harmonia do conjunto.

DETALHES: invista em originalidade

"Ao receber os convidados é importante deixá-los relaxados" ressalta Karen. A
música ambiente, nada muito alto e que varie entre a 'lounge music' e a bossa
nova, dá o clima íntimo. A recepção pode iniciar com drinques, alguns petiscos e
uma entradinha, e só depois que a maioria dos convidados confirmados estiver
presente, o jantar é servido, seguido da sobremesa. "Uma mesa de doces sempre
encanta e dá um charme à decoração", lembram as meninas do Portal Casamenteiras.
A luz indireta dos abajures e velas dão um toque ainda mais íntimo.

Segundo Karen e Karla, personalizar a decoração é uma forma interessante de
demonstrar carinho pelos convidados. E isso se faz com detalhes, como um
cardápio impresso sobre os pratos - você pode imprimir em casa, basta comprar um
papel bonito -, cartões com o nome marcando o lugar  à mesa, e, se for um
aniversário ou comemoração de bodas, uma lembrancinha no final da festa soa
muito bem.

Fonte: http://festaviva.uol.com.br/ESFV/Edicoes/28/mi-casa-es-su-casa-quando-a-residencia-e-208828-1.asp

Comentários

Postagens mais visitadas