Orelhão em Sampa!!!

Este é o orelhão que eu me lembrava: 
Amarelos, quebrados e com propagandas "duvidosas"

Mas agora:

É este modelo que você vai encontrar.

Eu diria parabéns!!! E digo, mas acho que vem a calhar a velha frase... 

"A ficha Caiu" rsrs

Já que este é um espaço público e um pouco de Design ajuda a colorir nossa cidade e principalmente a deixa-la mais bonita.

A foto abaixo traduz bem o que estou dizendo:



Pois é eu já tinha visto alguns modelos na rua, e claro anotado na mente:
Preciso pesquisar sobre isto!!!

Com o uso do celular tão popular, o orelhão já não éra tão bem cuidado e usado como antes.

Porém a iniciativa Call Parade trouxe de volta a nossa atenção a eles.

Se você mora em São Paulo, abaixo tem o mapa de exposição e se não mora pode ver as imagens aqui no Blog Design é o que há!!!
  • O mapa de localização:

  • As fotos:





  • Olhando mais de perto:








    Um pouco mais sobre o orelhão no Brasil.

    Foi um longo caminho até chegar ao modelo atual. Em 1934, para fazer uma ligação era necessário ter uma moeda de 400 réis. Porém, com a mudança da moeda brasileira em 1945, foi necessário mudar também o dispositivo interno dos telefones, que passaram a receber duas moedas de 20 centavos.
    Para evitar o retrabalho de alterar a configuração dos aparelhos toda vez que a moeda do país fosse modificada, foi criada a ficha telefônica. Os usuários adquiriam as fichas em postos de venda e com elas realizavam suas ligações.
    Ainda assim o problema não foi solucionado, pois cada companhia possuía modelos de fichas exclusivos, de acordo com a localidade. Ou seja, quem adquiria as fichas em uma cidade, não conseguiria utilizá-las em outra.
    Foi então que em 1964 a CTB criou um modelo de ficha padrão, que poderia ser utilizado em todo território atendido pela companhia. As fichas foram utilizadas até o ano de 1992, quando o Centro de Pesquisas e Desenvolvimento da Telebrás – CPqD – criou o cartão telefônico que vai subtraindo os créditos de acordo com o tempo de ligação. Esse cartão é utilizado até os dias atuais.

    Em 1970 a arquiteta e chefe da Engenharia de Prédios da CTB, Chu Ming, percebeu que a empresa buscava uma alternativa para substituir as cabines cilíndricas. Foi assim que ela deu início a um projeto onde um abrigo oval em fibra de vidro era acoplado a um suporte de metal. Ideal para atender à necessidade da empresa.

    Mas, por que esse formato? 
    Chu Ming sabia que a melhor forma acústica era o ovo. Além disso, ela queria que seu projeto levasse simplicidade e conforto sem custar mais caro. Isso justifica não só o formato, mas também o material escolhido para a construção dos ORELHÕES. A fibra de vidro é bem mais barata que os outros materiais (vidro e acrílico), ocupa menos espaço e se adequa perfeitamente ao o clima tropical do Brasil, já que é mais arejada. Além disso, oferece bem mais resistência que as cabines cilíndricas testadas anteriormente. Argumentos não faltavam para que o projeto fosse aprovado e executado com louvor, e assim aconteceu.
    Os ORELHÕES – como são popularmente conhecidos – foram testados pela primeira vez em 1971, quando 13 cabines foram distribuídas pela cidade de São Paulo. Em 1972 eles foram definitivamente apresentados à população brasileira e instalados em maior escala nas cidades do Rio de Janeiro, São Paulo e posteriormente em outras do país. No ano em que foi criado o ORELHÃO, a CTB registrava 4.200 aparelhos pelo Brasil. Hoje são mais de 52 mil.

    Fotos de orelhões antigos:


    Fonte:
    http://tecnologia.uol.com.br/album/2012/03/28/museu-das-telecomunicacoes-no-rio-expoe-ficha-telefonica-e-celular-tijolao-veja.html

     

Comentários

  1. Geeente! Adorei os orelhões muito bom mesmo!! Principalmente a parte da história!!!

    Blog atualizado!

    ResponderExcluir
  2. Olá
    que maravilha passar pela cidade cinza e ver um design colorido no meio da calçada... Alegra o dia!
    Pena que seja somente em São Paulo, mas aqui na Baixada os orelhões sucateados foram substituídos por "cabines" telefônicas. Não tem a mesma graça das de Sampa, mas tá valendo.
    Bjos e uma semana iluminada e feliz.

    ResponderExcluir
  3. Hello! After visiting your blog, I invite you to join us in the "International Directory Blogspot"
    For this is the very simple, just follow our blog, enter your Country, your blog url, and you will automatically integrate into the Country list.
    We are fortunate to be on the Blogspot platform that offers the opportunity to speak to the world to share with us the different passions, fashion, paintings, artwork, photos, poems and so be able to find in other countries people with similar passions.
    I think this community could also interest you.
    We ask that you follow the blog "Directory"
    Follow our blog gives you twice as many possibilities of visits to your blog! Thank you for your understanding
    Please follow our blog is very appreciate
    Have a great day with the hope that you follow our blog "Directory".
    After your approval to join us, you will receive your badge
    Regards
    Chris
    I follow you blog
    To find out, click on the link below:
    http://world-directory-sweetmelody.blogspot.com/

    Olá! Depois de visitar o seu blog, convido-vos a se juntar a nós no "Blogspot Diretório Internacional"
    Para isso é algo muito simples, basta seguir o nosso blog, digite seu País, seu url do blog, e você será automaticamente integrar a lista de países.
    Temos a sorte de estar na plataforma Blogspot, que oferece a oportunidade de falar ao mundo para compartilhar conosco as paixões diferentes, moda, pinturas, ilustrações, fotos, poemas e assim ser capaz de encontrar em outros países pessoas com paixões semelhantes.
    Eu acho que esta comunidade também poderia interessá-lo.
    Tenha um ótimo dia com a esperança de que você siga o nosso blog "Directory".
    Após a sua aprovação para se juntar a nós, você vai receber o seu crachá
    Atenciosamente
    Chris
    Para descobrir, clique no link abaixo:
    http://world-directory-sweetmelody.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Oi, Káh!! Voltei!!
    Que coisa linda esses orelhões! Parece aquela ideia das vaquinhas coloridas que rolou há uns anos. Mas dessa vez é com uma coisa mais útil!
    Muito legal!
    Bjoos

    ResponderExcluir
  5. Oi, Kah, que interessante seu post.
    Nós vemos as coisas diariamente, elas se tornam tão banais e nem ligamos de pesquisar a história interessante que muitas vezes está por trás dela.
    A Call Parade é muito bacana, mesmo. Mas fico triste de ver que a aceitação da arte nesse País ainda tem um longo caminho a percorrer.
    Todos os orelhões ficaram instalados no centro expandido (nenhum na periferia ou bairros mais afastados) e, ainda, assim, muitos já foram vandalizados, contrariando o verdadeiro objetivo de uma intervenção urbana, que é a democratização da arte, nas ruas.
    Quem sabe, um dia, né??
    beijocas

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Bjs

Káh Lima Romão

Postagens mais visitadas