sábado, novembro 30, 2013


Os 5 erros de quem mora em apartamentos

Para ter uma vida boa, não é preciso uma casa grande nem muitos móveis. Aliás, talvez você ganhe um cotidiano mais fácil depois de limpar sua casa de alguns objetos e mudar-se para um local menor.
É isso que defende o arquiteto Graham Hill, fundador da Life Edited, uma empresa de design para quem mora em espaços pequenos. “Estamos confundindo espaços grandes com qualidade de vida”, resume o profissional, que ajudou a projetar apartamentos de 19 m² em São Paulo e vive em um de 38 m², em Nova York.
Perguntamos a Hill os maiores erros de quem mora em espaços pequenos. 
Confira os enganos nas imagens acima e acerte na decoração inspirando-se nos projetos de espaços pequenos do CasaPro, nossa rede social de arquitetos e designers.



Reprodução | CasaPRO
01-os-5-erros-de-quem-mora-em-apartamentos-pequenos-como-evitar
ERRO: Não planejar a casa de acordo com suas necessidades. Se você recebe visitas raramente, as cadeiras a mais na sala apenas desperdiçam espaço. Vale à pena encontrar-se com os amigos e parentes em um parque ou restaurante. Caso nunca leia os livros que guarda, vale à pena doá-los e liberar espaço nas prateleiras.
COMO EVITAR: Faça escolhas. “Você precisa decidir o que é mais importante para você”, diz Hill. Reflita sobre seu estilo de vida e escolha quais objetos vale à pena manter e quais funções a casa deve comportar. Se você não souber suas reais necessidades, perderá espaço e qualidade de vida.
UM BOM EXEMPLO: Sala integrada à cozinha. Para aumentar o espaço, a arquiteta Maristela Bernal abriu mão das divisórias entre sala e cozinha. Integrar sala de estar, cozinha e home-office significou, é claro, abrir mão das fronteiras entre esses cômodos. O espaço de 14,5 m² fica em um apartamento de Salvador.


Reprodução | CasaPRO
02-os-5-erros-de-quem-mora-em-apartamentos-pequenos-como-evitar
ERRO: Comprar por impulso. Quem compra em excesso acaba tendo que disputar a casa gadgets, enfeites e móveis que não usa nunca.
COMO EVITAR: Antes de comprar, pergunte-se se realmente precisa do objeto. E se a necessidade for emocional? “Você precisa mudar essa necessidade, caso vá viver em um espaço pequeno”, afirma o arquiteto Graham Hill, especializado em espaços pequenos.
UM BOM EXEMPLO: Quarto de duas irmãs. Poucos móveis deixam bastante espaço para duas meninas de 8 e 11 anos brincarem nesse quarto pequeno de Curitiba. As arquitetas Helaine Pinterich e Ester Kloss projetaram o ambiente.


Haruo Mikami
03-os-5-erros-de-quem-mora-em-apartamentos-pequenos-como-evitar
ERRO: Manter eletrodomésticos pouco usados. Não vale a pena comprar eletrodomésticos que usará poucas vezes durante o ano. A não ser que você seja aficionado por massas resista à tentação de ter um fazedor de pães. A mesma regra vale para a máquina de fazer pipoca, sorvete ou crepes. Dependendo do seu estilo de vida, vale à pena abrir mão até do forno!
COMO EVITAR: Use os serviços da cidade. Apartamentos no centro da cidade costumam ser pequenos por causa do alto preço dos terrenos, valorizados por comércio e infra-estrutura nas proximidades. Em vez de gastar espaço, use serviços como rotisserias, padarias e o pipoqueiro.
UM BOM EXEMPLO: Cozinha em apartamento de 49 m². Feita para um casal sem filhos, esse apartamento trocou o excesso de eletrodomésticos por espaço. As cores claras ampliam o ambiente. A arquiteta Karla Madrilis projetou o espaço em Brasília.


Reprodução | CasaPRO
04b-os-5-erros-de-quem-mora-em-apartamentos-pequenos-como-evitar
ERRO: Exagerar no número de estantes abertas. Prateleiras abertas e preenchidas com objetos coloridos tornam o ambiente visualmente pesado. Elas diminuem a sensação de amplitude – por isso, dose-as bem.
COMO EVITAR: Cubra as prateleiras. Instale armários com portas de cores claras e sem estampas. Se a marcenaria não couber no orçamento, cubra-as com cortinas. “Superfícies lisas tornam o ambiente menos claustrofóbico”, diz Hill.
UM BOM EXEMPLO:Home-office em apartamento. A arquiteta Paula Fiegenbaum combinou prateleiras com enfeites e armários protegidos por portas brancas nesse espaço. Assim, o canto de trabalho tem um visual leve e parece maior. O espaço faz parte de um apartamento de 92 m² projetado para um jovem casal em Lajeado (RS).


Reprodução | CasaPRO
05-os-5-erros-de-quem-mora-em-apartamentos-pequenos-como-evitar
ERRO: Abusar das luminárias de chão. Essas peças costumam roubar preciosos centímetros quadrados e, com frequência precisam de mais espaço para ser admiradas.
COMO EVITAR: Adote lâmpadas no forro. Assim como as luminárias de chão, as lâmpadas embutidas e spots (pequenos canhões de luz) permitem criar ambientes de iluminação variados.
UM BOM EXEMPLO: Sala de estar. Esse apartamento de Belo Horizonte consegue diferentes efeitos de iluminação graças a uma sanca iluminada e fileiras de luminárias embutidas no forro. Interiores criados por Clarice Andrade, da Projettar Design de Ambientes.

Por que viver com menos?
O canadense aprendeu a viver com pouco depois de, quem diria, lidar com o excesso. Hill ficou milionário antes dos 30 ao vender a empresa que fundou, uma consultoria de internet. Comprou um casarão na cidade de Seattle, Estados Unidos. Preencheu com móveis e eletrodomésticos. Comprou dois carros e uma infinidade de aparelhinhos eletrônicos. Mudou-se para Nova York, onde alugou um loft descolado. Até contratou um personal shopper.
Nesse período, o empresário descobriu que novidades perdiam rapidamente a graça rápido, mas exigiam constante energia para manter, transportar e gerenciar. A lição ficou clara depois que resolveu viajar pelo mundo com Olga, uma bela andorrana. Ele se descobriu feliz da vida longe de seus bens - morando em diferentes cidades do mundo e carregando apenas roupas, laptops e produtos de higiene nas viagens.
Quando o namoro acabou, o arquiteto resolveu simplificar a vida. Vendeu a casa (não sem muita burocracia) e se mudou para outro apartamento em Nova York, dessa vez com 39 m². No espaço, trabalha e recebe até doze amigos – dois podem passar a noite por lá. O apartamento teve tanta atenção da imprensa que Hill abriu a Life Edited.
Você concorda com as dicas de Graham Hill? E o que achou dos projetos de Casa Pro que escolhemos? Comente!

Fonte: http://casa.abril.com.br/materia/os-5-erros-de-quem-mora-em-apartamentos-pequenos-como-evitar


0

quinta-feira, novembro 07, 2013


Café da manhã e tradição!

Saiba como é o café da manhã em cada tradição!

1GhanaBreakfast
Gana
 – É o prato mais fácil de encontrar nas ruas - Waakye é basicamente arroz cozido junto com o feijão.

2MexicoBreakfast

México – A norma é que o café da manhã tenha logo um toque picante. Para isso, nachos, chilaquiles, queijo, feijão e carne entram na equação.

3JapanBreakfast

Japão – Tofu com peixe e arroz embebido em molho de soja só podia ser criação japonesa.

4GermanyBreakfast
Alemanha
 – As tradicionais e inevitáveis salsichas alemãs, juntas com pão e queijo local e servidas com um café bem forte.

5IndiaBreakfast

Índia – Tofu indiano, lentilhas, salsicha vegetariana, torrada com banana e pimenta e batatas assadas com alecrim fazem um café da manhã bem consistente.

6AmericaBreakfast

Estados Unidos – Um típico café da manhã americano tem panquecas com bacon, calda e blueberries.

7FranceBreakfast

França – Os croissants estão por todo o lado. Simples, com amêndoas moídas, manteiga, chocolate ou creme, o importante é tê-los quentes.

8ColombiaBreakfast

Colômbia – Na região de Cundinamarca, a changua, feita de leite, cebolinha e queijo, é um prato muito popular.

9EgyptBreakfast

Egito – O prato se chama Foul Madamas e é feito de grão de fava, grão de bico, alho e limão. Pode ser coberto com azeite de oliva, pimenta, molho de tahine e acompanhado por um ovo cozido e alguns vegetais.

10EnglandBreakfast

Inglaterra – O tradicional English Breakfast não dispensa feijão, salsichas, bacon, ovos, cogumelos, batatas fritas, torradas e uma xícara de chá.

11PhilippinesBreakfast

Filipinas – Os frutos da região são fundamentais na dieta filipina. A popular manga, juntamente com o arroz e as pequenas salsichas, conhecidas como longganisa, raramente falham. Quando fritas com sal e dentes de alho, são conhecidas como sinangag, que é então combinado com ovos, carne e feijão.

12PeruBreakfast

Peru – O popular ceviche pode aparecer em todas as refeições. É um prato de frutos do mar feito com peixe cru fresco, marinado em suco de lima ou limão e temperado com malaguetas. Uma bomba pela manhã.

13ThailandBreakfast

Tailândia – Este café da manhã passaria bem como almoço ou jantar. É constituído por um peixe picante mentolado com um porco doce e também picante. Acompanha com arroz e é barato.

14PolandBreakfast

Polônia – Ovos mexidos, cobertos por pedaços de salsicha kielbasa, acompanhados por vegetais e duas panquecas de batata.

15SwedenBreakfastSuécia – Panquecas semelhantes a crepes, servidas com recheio de doce frutado.
brasil
Brasil – O café da manhã brasileiro também aparece na lista, com nosso tradicional pão com frios e geléia (faltou o bom e velho pingado!)
E então, qual o seu preferido?
Vale lembrar que estes pratos não são a única opção de café da manhã nos países referidos. Essa é uma amostra do trabalho de Victoria Philpott, que reuniu 50 cafés da manhã ao redor do mundo – confira todos aqui.

1

terça-feira, novembro 05, 2013


Como decorar sua arvore de Natal

Na tradição católica, a árvore de Natal deve ser montada no dia 30 de novembro. 

Mas já no início do mês as crianças, principalmente, não conseguem segurar a ansiedade e já começam a cobrar a decoração da casa. 

 Para dar tempo de você programar a sua, aqui vão as principais dicas para enfeitar a árvore de Natal.



1 – Comece preparando bem o pinheiro, abrindo os ramos e desamassando galhos. Ele é a base da decoração e precisa estar bem armado.

2 – É importante colocar primeiro as luzinhas, para evitar que os fios apareçam por cima dos enfeites. Isso também garante que a árvore fique iluminada “por dentro”, o que dá um efeito especial.

3 – Comece a colocar os enfeites com a árvore acesa. Assim, fica mais fácil identificar “buracos” onde é preciso colocar enfeites maiores ou mais importantes.

4 – Pendure primeiro os enfeites maiores, como laços e bolas grandes, depois vá colocando os outros, por ordem de tamanho, até chegar nos menores, que servem para arrematar o espaço que sobrou.

5 – Enfeites maiores devem ficar do meio para baixo da árvore, para não pesar. No topo, arremate com um só mais importante: uma ponteira, uma estrela, um Papai Noel ou mesmo um laço bem grande são ótima opções.

6 – Durante a arrumação, faça pausas e dê um passo para trás para ver, de longe, como está ficando o conjunto e localizar os lugares que estão precisando ser mais preenchidos. Quanto mais cheia, mais bonita  árvore fica.

Pode ser divertido envolver toda a família nesse trabalho. Assim, a árvore acaba tendo um pouquinho da colaboração de cada um representada ali, já entrando no espírito de Natal.



 Fonte: http://blog.ceciliadale.com.br/blog/como-decorar-a-arvore-de-natal-passo-a-passo/


0
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Blogger templates