sexta-feira, março 28, 2014


Guarda Roupa/Closet

Dicas super interessantes para planejar o seu guarda roupas/closet.

O texto foi retirado do blog da Danielle Holanda link: http://danielleholanda.blogspot.com.br/2012/01/como-planejar-o-guarda-roupa-ou-closet.html



Quanto mais adequado o espaço a ser utilizado para guardar cada peça, mais fácil a manutenção do dia a dia. Como planejar os nichos do seu armário e manter suas roupas e acessórios impecáveis é uma tarefa que requer disciplina e principalmente, planejamento.


1. Cabideiro:

Pendurar é a forma mais rápida e prática de organizar suas roupas. Reserve um espaço considerável para cabides. Conte quantas peças possui de cada tipo de roupa a ser pendurada antes de definir o espaço do cabideiro. Pense também se o número de peças tende a crescer ou se manterá estável.

Se necessário, invista em cabideiros duplos. Em cima, pendure conjuntos, casacos, camisas. No cabideiro de baixo, calças e saias, por exemplo.

2. Prateleiras:

Nada de prateleiras fundas que escondem tudo o que está atrás, nem altas demais - onde as pilhas de roupa ficam grandes demais e difíceis de manusear. Crie nichos quadrados ou retangulares de acordo com o tipo de peça que pretende guardar.

Roupas de cama exigem nichos mais largos do que camisetas, por exemplo.

Meça uma peça já dobrada para descobrir o tamanho ideal de cada nicho. É preciso considerar pelo menos 2 a 3 centímetros a mais em cada lado, para que a roupa não fique justa demais dentro do móvel.

3. Gavetas:

Evite gavetas altas. O ideal é que sejam finas para evitar a bagunça na hora de retirar uma peça. No caso de roupas íntimas, seja mais radical. A altura deve ser suficiente apenas para acondicionar um sutiã guardado na vertical (em pé).

Você pode planejar gavetas com alturas diferentes para cada tipo de peça a ser guardada. Para acessórios e roupas íntimas, gavetas bem fininhas ( 8 a 10cm). Camisetas e roupas de verão, gavetas um pouco mais altas ( 12 a 15 cm). E se você preferir gavetas para organizar roupas de inverno, principalmente lã, aí sim, gavetas com altura 15 a 20cm).

4. Sapateira:

O comprimento da sapateira tem que ser planejado de modo a comportar um número par de calçados do mesmo modelo (sejam tênis ou sandálias de festa).

Se preferir guardar calçados em caixas, é aconselhável medir o modelo da caixa a ser usado e verificar se no espaço planejado cabem 1 ou 2 caixas sem sobrar espaço. Você pode reservar uma altura para até 5 pares empilhados. Mas no dia a dia, o mais prático é que não ultrapasse mais de 3 caixas uma sobre a outra.

5. Portas:

Armários sem portas ou com portas de correr. Se houver essa possibilidade em seu projeto, escolha essa opção.

As portas dos guarda-roupas ocupam espaço, e encarecem a marcenaria. Na produção de um closet, mesmo que pequeno, temos maior volume "armazenável" e menor gasto com a estrutura em si. Há muitas empresas que fornecem equipamentos em metal, aramados ou chapa que permitem montar um closet em horas, bem como portas de correr que resolvem o isolamento do espaço. Portas transparentes facilitam enxergar os guardados.

6. Armários x Paredes:

É preciso avaliar cada projeto para saber se vale a pena ocupar todas as paredes de um ambiente com armários. Há casos em que mais vale reservar um dormitório todo para closet e usá-lo com estruturas simples de araras, gavetas volantes, espelhos, banqueta do que rodear o quarto com armários e portas e ter a impressão de que se está dormindo numa cripta.

7. Dimensões dos nichos:

A estatura das pessoas e o tipo de roupa determinam a altura do cabideiro.

Ternos cabem em nichos com altura de 1,20 a 1,30 m de altura.

Calças precisam de altura de 70 cm.

Gavetas deslizantes com 10 cm de altura acomodam camisas dobradas.

A sapateira precisa de 34 cm de profundidade, com alturas diferentes para botas, sandálias e sapatos. 

Se for funda as corrediças facilitam o acesso para a parte de trás.
0

0 Comente Aqui:

Postar um comentário

Bjs

Káh Lima Romão

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Blogger templates